05 MAR 2016

Programa de Promoção dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa/UFMS

Encontro promove a criação da Rede Alagoana de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa

  • Criado:
  • Eduardo Ramirez Meza

Foi realizado nesta sexta-feira (04/03) em Maceió (AL) o Encontro de Sensibilização Contra a Violência à Pessoa Idosa. O evento foi promovido pela Pastoral da Pessoa Idosa e a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia e aconteceu na Superintendência da Polícia Federal de Alagoas.


Além do debate sobre a violência contra o idoso, o evento teve como propósito a criação da Rede Alagoana de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa. Durante o encontro, a doutora Karla Giacomin, do Núcleo de Estudos em Saúde Pública e Envelhecimento da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), ministrou uma palestra sobre a importância da criação de redes para o Enfrentamento da Violência Contra a Pessoa Idosa. Também foi apresentado o anteprojeto da Carta Maceió, dirigida ao Governo Estadual e outras autoridades e outras autoridades para a criação da Rede. Posteriormente, houve uma discussão em grupo e apresentação de propostas.


Maria Heloísa Pacheco, facilitadora da Pastoral, explicou que a ideia do evento é criar uma grande rede de proteção que fortaleça as ações desenvolvidas de forma isolada. Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia no estado, David Buarque, esse modelo de rede já existe em alguns estados. A situação das entidades que deveriam proteger os idosos é calamitosa. Nós esperamos fortalecer as ações e ampliar a atuação com a criação da rede, ressaltou.


A secretária de Assistência Social de Maceió, Celiane Rocha, afirmou que a prefeitura vem contribuindo com ações na área, mas destacou que a rede deve fortalecer a garantia de direitos. Chegam muitas denúncias ao município e nós nos preocupamos com isso. Há relatos de violência física, mas há também relatos de violência financeira, por exemplo. A rede deve ajudar a garantir proteção a quem está em situação de vulnerabilidade, pontuou a gestora.


Além disso, o evento também contou com a presença do superintendente da Polícia Federal em Alagoas, André Santos, a presidente do Conselho Municipal do Idoso, Solange Leopoldina, e a defensora pública e presidente da Associação Brasileira de Alzheimer de Alagoas (Abraz), Luciana Faro.